domingo, 27 de janeiro de 2013

Sem Voz



Esse 'negro' não representa a raça negra em si, mas sim o ser humano. Ora, se estamos 'libertos' da visão preconceituosa então não olharemos para raça e sim para o ser. Na obra eu não tiro a voz do 'negro', mas sim a do homem.

Esse 'negro' é o seu preconceito! É como você, preconceituoso, o vê: ''Sem voz''!
Esse 'negro' é todos os cidadãos que perderam a voz, ou que talvez nunca a tiveram diante do seu governo.
Esse 'negro' representa a imagem do homem e da mulher que se fecharam para si e o mundo.

Esse 'negro' representa as crianças que já sofreram, ou que sofrem abuso sexual. E também aos idosos que sofrem maus tratos. Ambos, infelizes, incapazes e com medo, se fecharam a si mesmos quase explodindo de dor com tantos sentimentos ruins que ganharam nessas más experiências.

Esse 'negro' é o bicho homem que tem algo preso, algo que lhe foi proibido de sair em forma de palavras. É aquele 'coitado' que está sendo ameaçado. 
Esse 'negro' guarda um segredo antigo, e que talvez morra sem que ninguém saiba. 

Esse 'negro' está a tempos lutando contra o lixo que se acumulou em seu coração, e que não quer sair.
Esse 'negro' tem sentimentos e verdades que não lhe é permitido expressar. 
Esse 'negro' guarda as suas palavras, talvez as guarda em troca da sua vida, enquanto se agoniza completamente sozinho. 

Esse 'negro' sou eu e você. É simplesmente o que você vê.

"Sem Voz".



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário